"Ninguém foi mais duro para a Rússia do que Donald Trump"

"Ninguém foi mais duro para a Rússia do que Donald Trump"
Direitos de autor REUTERS/Carlos Barria
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Os líderes da Estónia, Lituânia e Letónia pediram ao presidente que os Estados Unidos da América adotassem uma posição mais dura em relação a Vladimir Putin e reforçassem as defesas norte-americanas contra a Rússia no bloco mais oriental da NATO.

PUBLICIDADE

Donald Trump afirmou que ninguém foi mais duro com a Rússia do que a sua administração.

Num encontro na Casa Branca, os líderes da Estónia, Lituânia e Letónia pediram ao presidente que os Estados Unidos da América adotassem uma posição mais dura em relação a Vladimir Putin e reforçassem as defesas norte-americanas contra a Rússia no bloco mais oriental da NATO.

"Idealmente, queremos dar-nos bem com a Rússia. A convivência com a Rússia é uma coisa boa, não é uma coisa má. Agora, talvez nós o façamos ou talvez não. Provavelmente, ninguém foi mais duro para a Rússia do que Donald Trump. Se olharmos para a nossa força militar agora... Não teria acontecido se a oponente tivesse vencido. (...) A NATO está a ganhar uma tremenda quantia de dinheiro por causa de Donald Trump - isso nunca teria acontecido... Então a NATO está muito mais forte", afirmou o presidente norte-americano.

Donald Trump elogiou, ainda, o compromisso dos três Países Bálticos em cumprir a meta da NATO de gastar 2% do Produto Interno Bruto em defesa, este ano.

Os Estados Unidos planeiam gastar 170 milhões de dólares em equipamento e treino militares na região do Mar Báltico.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Primárias no Michigan: Biden vence corrida dos democratas e Trump triunfa entre republicanos

Trump vence primárias na Carolina do Sul. Nikki Haley promete manter-se na corrida

Trump compara problemas legais à perseguição feita ao opositor russo Alexei Navalny