Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Investigação de Mueller faz o primeiro preso

Investigação de Mueller faz o primeiro preso
Direitos de autor
REUTERS/Leah Millis
Tamanho do texto Aa Aa

Um advogado holandês foi sentenciado, na terça-feira, a 30 dias de prisão e a uma multa de 20 mil dólares por ter mentido aos agentes do FBI que investigam o antigo presidente da campanha de Donald Trump, Paul Manafort.

Esta é a primeira condenação resultante da inquirição liderada por Robert Mueller. O procurador especial investiga a alegada interferência russa nas eleições presidenciais dos Estados Unidos da América em 2016.

Em tribunal, Alex van der Zwaan admitiu ter mentido ao FBI e pediu desculpas pelo que classificou de "erro".

A sentença do holandês pode servir de referência para o que podem esperar os outros acusados de mentir nesta investigação, onde se incluem o antigo conselheiro de Segurança Nacional, Michael Flynn, e um ex-assessor de relações externas de Donald Trump.