EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Investigação de Mueller faz o primeiro preso

Investigação de Mueller faz o primeiro preso
Direitos de autor REUTERS/Leah Millis
Direitos de autor REUTERS/Leah Millis
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Alex van der Zwaan admitiu ter mentido ao FBI. Robert Mueller investiga a alegada interferência russa nas eleições presidenciais dos Estados Unidos da América em 2016.

PUBLICIDADE

Um advogado holandês foi sentenciado, na terça-feira, a 30 dias de prisão e a uma multa de 20 mil dólares por ter mentido aos agentes do FBI que investigam o antigo presidente da campanha de Donald Trump, Paul Manafort.

Esta é a primeira condenação resultante da inquirição liderada por Robert Mueller. O procurador especial investiga a alegada interferência russa nas eleições presidenciais dos Estados Unidos da América em 2016.

Em tribunal, Alex van der Zwaan admitiu ter mentido ao FBI e pediu desculpas pelo que classificou de "erro".

A sentença do holandês pode servir de referência para o que podem esperar os outros acusados de mentir nesta investigação, onde se incluem o antigo conselheiro de Segurança Nacional, Michael Flynn, e um ex-assessor de relações externas de Donald Trump.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Relatório de Mueller diz não haver prova de conluio com a Rússia

Investigação às ligações entre Trump e Rússia está concluída

Robert de Niro chama "palhaço" a Donald Trump à porta do tribunal