Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Relatório de Mueller diz não haver prova de conluio com a Rússia

Relatório de Mueller diz não haver prova de conluio com a Rússia
Direitos de autor
REUTERS/Aaron P. Bernstein/φωτογραφία αρχείου
Tamanho do texto Aa Aa

Uma vitória para Donald Trump depois de dois anos de investigação do procurador especial Robert Mueller sobre se o Presidente norte-americano conspirou com a Rússia. O inquérito não revelou qualquer crime.

"Depois de uma observação minuciosa, não houve qualquer conluio com a Rússia. Não houve qualquer obstrução ou que quer que seja. É uma completa e total exoneração. É uma vergonha que o nosso país tenha que passar por isto", declarou Donald Trump.

Numa carta de quatro páginas enviada ao Congresso pelo pelo procurador-geral, William P. Barr, é dito que não há provas de que Trump ou qualquer outra pessoa da campanha do Presidente cometeu algum crime mas, acrescenta o documento mas isso não o exonera dessa prática ou de obstrução.

Recorde-se que seis ex-colaboradores de Donald Trump já foram acusados ou até mesmo condenados de diversos crimes, a maioria por obstrução ou falsas declarações.

Os democratas perdem força num eventual processo de destituição contra o Presidente.