Última hora

Relatório de Mueller diz não haver prova de conluio com a Rússia

Relatório de Mueller diz não haver prova de conluio com a Rússia
Direitos de autor
REUTERS/Aaron P. Bernstein/φωτογραφία αρχείου
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Uma vitória para Donald Trump depois de dois anos de investigação do procurador especial Robert Mueller sobre se o Presidente norte-americano conspirou com a Rússia. O inquérito não revelou qualquer crime.

"Depois de uma observação minuciosa, não houve qualquer conluio com a Rússia. Não houve qualquer obstrução ou que quer que seja. É uma completa e total exoneração. É uma vergonha que o nosso país tenha que passar por isto", declarou Donald Trump.

Numa carta de quatro páginas enviada ao Congresso pelo pelo procurador-geral, William P. Barr, é dito que não há provas de que Trump ou qualquer outra pessoa da campanha do Presidente cometeu algum crime mas, acrescenta o documento mas isso não o exonera dessa prática ou de obstrução.

Recorde-se que seis ex-colaboradores de Donald Trump já foram acusados ou até mesmo condenados de diversos crimes, a maioria por obstrução ou falsas declarações.

Os democratas perdem força num eventual processo de destituição contra o Presidente.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.