Última hora

Última hora

Pamplona protesta contra mão leve da justiça espanhola

Pamplona protesta contra mão leve da justiça espanhola
Tamanho do texto Aa Aa

Em Pamplona mais de 30 mil pessoas saíram à rua para protestar contra a mão leve da justiça espanhola no caso que ficou conhecido como "La Manada". O episódio remonta a 2016, quando uma mulher de 18 anos foi forçada a ter relações sexuais com um grupo de cinco homens durante as festas de São Firmino e resultou numa pena de nove anos de prisão por abuso sexual.

Uxue Álvarez, representante do movimento que convocou a manifestação, considera a sentença intolerável e incoerente por considerar que se tratou claramente de uma violação e acrescenta que a única leitura a fazer é que a justiça continua a ser patriarcal, culpabiliza as mulheres e não as protege.

De acordo com a lei espanhola, a diferença entre abuso sexual e violação prende-se com a existência, ou não, de violência e intimidação.