Última hora

Oposição quer Pashinyan no poder

Oposição quer Pashinyan no poder
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Duas semanas de protestos na Arménia. Milhares de pessoas voltaram a concentrar-se na Praça da República, centro da capital, Erevan, esta segunda-feira.

Os manifestantes querem que Nikol Pashinyan seja o novo primeiro-ministro e exigem que o Executivo eleito, do Partido Republicano da Arménia deixe o poder.

Algo que poderá acontecer em breve, caso Pashinyan vença um voto no parlamento. Um voto que, para a oposição, já está ganho.

Nikol Pashynian promete que, se assumir o cargo, convoca eleições antecipadas.

São os protestos mais intensos em 10 anos na Arménia. Antiga republica sovietica, a nação do Cáucaso é aliada da Russia, que observa atentamente o desenrolar dos acontecimentos.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.