Última hora

Última hora

Irão diz que Israel "violou a soberania síria"

Em leitura:

Irão diz que Israel "violou a soberania síria"

Irão diz que Israel "violou a soberania síria"
Tamanho do texto Aa Aa

No dia em que o exército israelita divulga alegadas imagens da chamada Operação "Castelo de Cartas", contra alvos militares iranianos em solo sírio, Teerão reage pela primeira vez a uma escalada que muitos receiam se torne em guerra.

Primeiro, declarou que Israel "violou a soberania síria". Depois, o clérigo Ahmed Khatami, membro da Assembleia de Peritos iraniana, afirmou o seguinte: "Israel vai deixar de poder dormir em descanso, porque será atormentado constantemente por um pesadelo: o de que, se fizer algo de insensato, nós iremos arrasar Telavive e Haifa".

Também dos líderes europeus, contra o abandono americano do acordo nuclear, se deve desconfiar, apontou Khatami. Já o ministro da Defesa israelita reagiu à informação de que o presidente iraniano comunicou a Angela Merkel que não pretende um agravamento do conflito.

"Esperamos que não sejam só palavras. Não estamos à procura de mais conflitos. Não fomos nós a ir para a fronteira iraniana, foram eles que vieram para a nossa", realçou Avigdor Lieberman.

Mas a verdade é que mais soldados israelitas estão posicionados no território dos Montes Golã, disputado com a Síria, numa altura em que a República Islâmica declara que irá reforçar progressivamente o seu armamento.