Última hora

Última hora

Suspeitas de corrupção no serviço de asilo alemão

Em leitura:

Suspeitas de corrupção no serviço de asilo alemão

Suspeitas de corrupção no serviço de asilo alemão
Tamanho do texto Aa Aa

O Gabinete Federal Alemão para os Migrantes e Refugiados (BAMF) lançou uma investigação a mais de uma dezena dos seus serviços locais na sequência de uma polémica que nasceu na cidade de Bremen.

O ministro do Interior, Horst Seehofer, vê-se a braços com um escândalo de suspeitas de corrupção em torno da atribuição de asilo. O escândalo concentra-se no antigo responsável pelo serviço de Bremen, que terá recebido subornos para conceder ilegalmente proteção a cerca de 1200 pessoas que não cumpriam os requisitos. A maioria pertencerá ao grupo étnico yazidi proveniente do Iraque.

A oposição alemã denuncia um caos administrativo por causa do acolhimento massivo de refugiados, sobretudo a AfD, o partido de extrema-direita que obteve mais de 90 assentos no parlamento após as últimas eleições.

Neste momento, estão a ser reavaliados cerca de 8500 processos de asilo.