Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Aquarius: "Finalmente!" diz Orbán sobre a decisão do governo italiano

Aquarius: "Finalmente!" diz Orbán sobre a decisão do governo italiano
Tamanho do texto Aa Aa

As reações ao caso Aquarius chegam um pouco de todo o mundo e Victor Orbán, Primeiro-ministro da Hungria, não deixou de comentar a decisão do governo italiano de recusar acolher os 629 migrantes que iam a bordo do navio.

"Quando ouvi pela primeira vez disse: Finalmente!"

"Digo-lhe que foi tão deprimente ouvir, durante tantos anos, que não podemos proteger as nossas fronteiras marítimas, que até perdemos a vontade de viver.", disse Orbán, na conferência de imprensa onde partilhou palco com o Primeiro-ministro eslovaco.

De visita a Budapeste, Peter Pellegrini, primeiro-ministro da Eslováquia, entrou a bordo no discurso de Orbán. O líder eslovaco acredita que a solução passa por construir "um sistema de emergência extremamente caro", porque, de outra maneira, a União Europeia acaba por ser obrigada a abrigar "toda a gente que salta para a água". "Imagine, toda a gente salta para a água, nós apanhamo-los, pescamo-los e eles são automaticamente transportados para a União Europeia.Não acredito que isso seja uma defesa de fronteira complexa.", admitiu Pellegrini.