Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Futebolista de palmo e meio sonha conhecer Cristiano Ronaldo

Futebolista de palmo e meio sonha conhecer Cristiano Ronaldo
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O Mundial de Futebol é, também, uma oportunidade para crianças e jovens russas que sonham ser estrelas de futebol internacionais. Anastasiya Karataeva poderá não vir a ser uma delas, porque o "Desporto Rei" ainda é um mundo para homens, mas ela tem outro sonho que espera vir a cumprir, o de conhecer o seu ídolo do futebol, Cristiano Ronaldo. Aos 11 anos ela sonha em conseguir assistir, na Rússia, a um treino da seleção de Portugal:

"Eu tinha cinco anos quando me tornei fã do Cristiano Ronaldo, para mim ele é a maior estrela do mundo, farei o meu melhor para conseguir ir a um treino porque ele é uma estrela mundial e o meu ídolo", diz a futebolista de palmo e meio.

Anastasiya e outras crianças, meninas e meninos, fazem parte da Academia de Futebol de Chertanovo, em Moscovo. As crianças estudam e treinam aqui todos os dias. Para elas, o Mundial, na Rússia, é um sonho que se tornou realidade e uma janela de oportunidades:

"Sonho tornar-me uma estrela do futebol e parece-me que esta competição abre novas portas no futebol", explica Georgy Borisov, de 10 anos.

"Equipas de topo mostram um grande jogo, estou a aprender com elas, quero tornar-me campeão do Mundo, jogar pelo Barcelona, Real Madrid, talvez um dia jogue como eles ou possa ser e fazer ainda melhor!" - Sonha, aos 10 anos, também, Gleb Shulga.

Nas nem a vitória esmagadora, de quinta-feira, sobre a Arábia Saudita, põe a Rússia entre os favoritos do Mundial de Futebol ainda assim há quem acredite que, com a organização deste evento, o país sairá, de qualquer maneira, vencedor:

"Este é um avanço para o futebol na Rússia, porque foram construídas infraestruturas magníficas, um grande número de instalações sociais e, claro, este é um exemplo para a nossa juventude. Garanto que em 4, 8 anos, no máximo, o nível de futebol na Rússia será muito elevado e nós, nestes torneios de prestígio, seremos um dos favoritos!" - Afirma Valery Gazzaev, do Comité russo para o Desporto.