EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

ONU pede mais solidariedade no acolhimento a refugiados

ONU pede mais solidariedade no acolhimento a refugiados
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

ONU revela que em 2017, número de deslocados volta a bater recordes. Perto de 69 milhões de pessoas, que fugiram da guerra, violência e perseguição, foram deslocadas à força. Filippo Grandi pede mais solidariedade no acolhimento a refugiados.

PUBLICIDADE

De visita a um campo de refugiados, em Tripoli, na Líbia, o alto-comissário das Nações Unidas para os Refugiados alertou para o aumento do número de refugiados e deslocados.

No âmbito do dia Mundial do Refugiado, que se celebra esta quarta-feira, Filippo Grandi faz um apelo à comunidade internacional:

"A minha mensagem no Dia Mundial do Refugiado é que o número de refugiados e deslocados tem aumentado. A resposta para esta crise não é entrar em pânico, não é fechar as fronteiras e os portos, mas trabalhar juntos, internacionalmente, para encontrarmos soluções. Se isso acontecer, o problema será gerível".

O relatório, sobre a matéria, divulgado pela Agência das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) revela que o número de deslocados voltou a bater recordes pelo quinto ano consecutivo.

Só em 2017 perto de 69 milhões de pessoas, que fugiram da guerra, violência e perseguição, foram deslocadas à força.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

A esquecida Rota dos Balcãs

Pedidos de asilo aumentam em Portugal

Duas semanas após a catástrofe, Líbia recupera dezenas de corpos no mar