EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Fazer turismo em Fukushima por 170 euros

Fazer turismo em Fukushima por 170 euros
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Há quem traga equipamento para medir os níveis de radiação e saia com a informação de que esta pode ultrapassar em 100 vezes os limites de segurança.

PUBLICIDADE

É uma outra abordagem turística: excursões específicas para visitar locais que foram palco de catástrofes. No caso, Fukushima, no Japão. Para além das incontornáveis fotografias e mapas em punho, os organizadores falam no lado pedagógico desta descoberta.

"Acho que vale a pena mostrar a turistas estrangeiros o que se passa atualmente em Fukushima. A ideia é começar a reconstruir a imagem que esta área tem", afirma Takuto Okamoto, guia turístico.

A visita custa cerca de 170 euros e passa também por quintas locais.

"Sinceramente, desconhecia esta realidade. Fiquei com o coração partido", dizia uma estudante de 18 anos.

Há quem traga equipamento para medir os níveis de radiação e saia com a informação de que esta pode ultrapassar em 100 vezes os limites de segurança.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Inaugurado museu sobre acidente nuclear de Fukushima

Agência Internacional de Energia Atómica apoia operações em Fukushima

Uma cidade de contrastes: porque é que a tranquilidade e a agitação de Tóquio a tornam tão especial?