EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Resgate de rapazes presos numa gruta pode demorar meses

Resgate de rapazes presos numa gruta pode demorar meses
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

As várias equipas internacionais de socorro, no local, tentam agora delinear uma estratégia para resgatar os 12 jovens em segurança.

PUBLICIDADE

O resgate das doze crianças e do treinador de futebol pode demorar ainda vários meses.

Nesta região, no norte da Tailândia, então reunidas várias equipas internacionais que, após terem encontrado o grupo, enfrentam agora outro desafio: retirá-lo em segurança.

"Este foi um esforço multinacional liderado pela Tailândia. Estamos aqui desde 28 de junho, e desde que chegamos ao local, estamos a trabalhar com os nossos parceiros tailandeses. É realmente incrível ver todas as pessoas que estão aqui a apoiar este esforço. Estão aqui mergulhadores norte-americanos, australianos, chineses e a equipa britânica que encontrou as crianças. Estão todos aqui a dar apoio. O desafio - nos próximos dias - é o planeamento, é tentar descobrir qual a ação a tomar para resgatar, rapidamente, estes meninos e o treinador, mas a coisa mais importante é fazermos isso com segurança", afirma a relações públicas da Força Aérea dos Estados Unidos da América, Jessica Tait.

Ao contrário de Rick Stanton e John Volanthen, experientes mergulhadores britânicos, os jovens não têm qualquer treino de mergulho, o que praticamente inviabiliza um resgate que os obrigue a mergulhar.

O coordenador regional da Organização Internacional de Resgate em Grutas Subterrâneas, Edd Sorenson, sublinha a dificuldade deste salvamento: "Há muitos fatores em jogo - a distância, quanto tempo os mergulhadores precisam para entrar uma caverna completamente submersa para retirá-los, se é uma distância curta, é possível tirá-los com um equipamento de mergulho, mas é muito perigoso, muito perigoso para pessoas sem treino num sistema de alto fluxo e com visibilidade zero. Assim, levando-lhes medicamentos, comida, água, coisas para mantê-los aquecidos e esperar pelo fim das inundações é, obviamente, o mais seguro e o mais possível. Retirá-los com equipamento de mergulho, sem treino, torna-se muito arriscado, muito perigoso".

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Tailândia: Mergulhador morre ao levar mantimentos até à gruta

Não há plano nem data para o resgate dos jovens tailandeses