Última hora

Última hora

Theresa May chega a acordo para um "soft Brexit"

Em leitura:

Theresa May chega a acordo para um "soft Brexit"

Theresa May chega a acordo para um "soft Brexit"
Tamanho do texto Aa Aa

O documento divulgado após após horas de negociações em Chequers de Theresa May com o plenário so seu executivo é o mais significativo dos últimos dois anos desde que o Reino Unido votou por referendo a favor da saída da União Europeia.

Serão hoje oferecidos no parlamento britânico esclarecimentos sobre o conhecido por Plano de Chequers concluído na semana passada, nomeadamente sobre a forma de implementação do novo regime de comércio livre depois do fim da livre circulação de pessoas e bens, e também sobre o novo território aduaneiro comum por ele previsto, que se espera mantenha sem atritos as relações entre a União Europeia e o Reino Unido.

Finalmente, espera conhecer-se o que acontecerá com a questão do controlo da fronteira do Reino Unido com a Irlanda, que Theresa May garante não existirá.

Esta foi uma semana agitada para a primeira-ministra, com duas demissões no início da semana por parte do Secretário de Estado para o Brexit David Davies e do Secretário de Estado para os Assuntos Externos Boris Johnson, que afirmou que "o sonho do Brexit está a morrer."

Espera-se saber hoje até que ponto as políticas do Reino Unido estarão harmonizadas com as da União Europeia depois do Brexit. Membros do partido conservador defendem que esta harmonização é excessiva e que o plano prevê uma saída suave e flexível, o chamado "soft Brexit."

O plano será ainda apresentado e debatido na Camâra dos Comuns e terá depois de ser submetido á liderança da União Europeia.

O cenário da apresentação de mais demissões até ao fim do dia é plausível dado o descontentamento que reina este momento entre os deputados do Partido Conservador.