EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Trump cede à pressão dos republicanos e diz que houve ingerência russa nas eleições presidenciais de 2016

Trump cede à pressão dos republicanos e diz que houve ingerência russa nas eleições presidenciais de 2016
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Presidente dos EUA foi obrigado a voltar atrás com o voto de confiança que tinha dado a Vladimir Putin.

PUBLICIDADE

Donald Trump cedeu à pressão dos republicanos e admitiu esta terça-feira que acredita nos serviços secretos norte-americanos e nas suas conclusões, ou seja, houve ingerência russa das presidenciais de 2016

Esta declaração do Presidente dos Estados Unidos acontece depois de, esta segunda-feira em Helsínquia, ter estado reunido com o Presidente russo Vladimir Putin e se ter recusado a afirmar que informáticos russos tentaram influenciar as eleições.

Rercorde-se que as principais agências de informações dos Estados Unidos já escreveram relatórios em que fica provado que houve uma tentativa por parte de cidadãos russos de interferirem nas presidenciais de 2016 a favor de Donald Trump, que acabou por derrotar a candidata democrata Hillary Clinton.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Rastreador de ingerência russa

Bolton alerta Rússia para não interferir nas eleições de meio mandato

Trump criticado após cimeira com Putin