Última hora

Bolton alerta Rússia para não interferir nas eleições de meio mandato

Bolton alerta Rússia para não interferir nas eleições de meio mandato
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Um aviso à Rússia. O conselheiro de segurança nacional dos Estados Unidos, John Bolton, anunciou ter alertado Moscovo para as consequências de uma interferência russa nas eleições norte-americanas de meio mandato. "Tornei claro que não vamos tolerar interferências em 2018 e estamos preparados para tomar as medidas necessárias para prevenir que isso aconteça", disse Bolton, depois de um encontro de cinco horas em Genebra com o líder do Conselho de Segurança Nacional russo, Nikolai Patrushev,

Bolton disse também ter abordado a questão de reforçar as sanções económicas ao Irão e uma possível e gradual redução da presença iraniana na Síria. Nesse país, Bolton declarou que Washington irá responder com firmeza se Damasco recorrer a ataques químicos para reconquistar Idlib aos rebeldes.

A televisão estatal "Russia Today" citou Patrushev num tweet. Disse que os Estados Unidos apenas quiseram reafirmar um único ponto em comum e Moscovo apresentou uma longa lista.

No domingo, o homem forte de Donald Trump para a segurança nacional, encontrou-se com o primeiro-ministro israelita Benjamin Netanyahu e esta sexta-feira vai estar na Ucrânia.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.