Última hora

Última hora

Primeiro-ministro húngaro Viktor Orbán visita Israel

Em leitura:

Primeiro-ministro húngaro Viktor Orbán visita Israel

Primeiro-ministro húngaro Viktor Orbán visita Israel
Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro-ministro húngaro Viktor Orbán partirá esta tarde para Israel, acompanhado por uma comitiva de quatro dos seus ministros. De acordo com o que foi tornado público sobre o program da visita, Viktor Orbán terá amanhã de manhã um encontro com o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu em Jerusalém para uma reunião a portas fechadas e irá visitar à tarde o memorial do Holocausto Yad Vashem.

Segundo a imprensa israelita, o primeiro-ministro húngaro não irá encontrar-se com nenhum líder palestino e não irá estar em território palestiniano, quebrando desta forma o protocolo.

Viktor Orbán foi convidado por Benjamin Netanyahu em Abril, após a vitória do primeiro-ministro húngaro nas eleições legislativas. O primeiro-ministro israelita visitou Budapeste em Julho passado, após décadas de relações bilaterais práticamente inexistentes já que nenhum primeiro-ministro israelita realizou nas últimas décadas qualquer visita à capital húngara.

O presente estado das relações entre os dois países é interessante. A Húngria é um aliado próximo de Israel junto da União Europeia. A Húngria é também um fiel aliado da Rússia e da Túrquia, sendo que estes três países são frequentemente criticados por líderes europeus.

Viktor Orbán e o seu homólogo israelita têm posições idênticas relativamente à questão da migração e a chamada política "anti-Soros" de Viktor Orbán. Recorde-se que o bilionário americano de origem húngara George Soros foi um dos alvos de Orbán na sua última campanha eleitoral, com o líder húngaro a apontar o dedo ao bililionário pela sua defesa da integração de migrantes. Soros foi também acusado este ano por Netanyahu de finaciar a campanha de protesto contra o plano Israelita de deportação de refugiados.

Os temas da discussão entre os dois líderes serão conhecidos amanhã.