Espanha recusa julgar Puigdemont 'apenas' por peculato

Espanha recusa julgar Puigdemont 'apenas' por peculato
Direitos de autor REUTERS/Hannibal Hanschke
De  Teresa Bizarro
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O Supremo espanhol não aceita a decisão do tribunal alemão e decidiu retirar o mandato de captura europeu para o líder catalão

PUBLICIDADE

O Supremo Tribunal espanhol rejeita entrega de Carles Puigdemont apenas para ser julgado por crime de peculato.

A mais alta instância da Justiça espanhola não reconhece a decisão do Tribunal alemão de Schleswig-Holstein, que recusou extraditar Puigdemont por delito de rebelião. Na semana passada anunciou que apenas aceitava fazê-lo por desvio de dinheiros públicos.

Uma decisão que na opinião do Supremo espanhol revela falta do compromisso do tribiunal alemão e que podia por em causa a ordem constitucional espanhola.

O Juiz Pablo Llarena, responsável pela instrução do processo contra os líderes separatistas catalães, decidiu ainda levantar o mandato de captura europeu para os 13 acusados de rebelião contra o Estado. O mandato nacional mantém-se. Quer isto dizer que Carles Puidgemont, ou qualquer um dos outros líderes catalães pronunciados, pode circular livremente fora de Espanha. Serão presos assim que pisarem território espanhol.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Puigdemont fala numa "vitória" da causa independentista

Justiça alemã autoriza extradição de Puigdemont para Espanha

Tribunal de Schleswig-Holstein volta a recusar extradição de Puigdemont