Última hora
This content is not available in your region

Protestos na Rússia contra planos de aumento da idade de reforma

euronews_icons_loading
Protestos na Rússia contra planos de aumento da idade de reforma
Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de pessoas compareceram à chamada do Partido Comunista. Contra os planos do Governo de aumentar a idade de reforma, grupos de manifestantes, saíram, este sábado, às ruas de várias cidades russas em protesto.

Sindicatos e trabalhadores dizem que as pessoas não viverão tempo suficiente para usufruir das pensões.

A iniciativa governamental, justificada com uma contração da força de trabalho, pretende subir a idade de reforma de 60 para 65 anos, entre os homens, e de 55 para 63 entre as mulheres. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, os homens russos têm uma esperança de vida de 66 anos e as mulheres de 77.

Esta sexta-feira, a Comissão Eleitoral Central da Rússia rejeitou a proposta dos comunistas de submeter o tema a referendo.