Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

UE estende sanções a mais seis empresas russas

UE estende sanções a mais seis empresas russas
Tamanho do texto Aa Aa

A União Europeia incluiu mais seis empresas russas na lista de entidades afetadas por sanções.

As seis empresas estão envolvidas na construção de uma ponte na Crimeia.

A ponte ferroviária e rodoviária liga a Rússia ao território ucraniano ilegalmente anexado por Moscovo em 2014.

Três das empresas envolvidas pertencem a Arkady Rotenberg, um amigo pessoal do presidente Vladimir Putin.

O projeto custou cerca de três mil milhões de euros. Em maio o presidente Putin deslocou-se ao local para a inauguração oficial.

A anexação do território foi alvo de condenação pelo Ocidente que impôs sanções sobre a Rússia.

Segundo o Conselho da União Europeia, todas as seis empresas terão os seus bens congelados em território europeu.

O chefe da diplomacia ucraniana, Pavlo Klimkin, acolheu as notícias com agrado.

Uma porta-voz do ministério russo dos negócios estrangeiros descreveu a ação da UE como um ataque dirigido aos residentes da Península.