Última hora

Última hora

EUA não reconhecem Crimeia como parte da Rússia

EUA não reconhecem Crimeia como parte da Rússia
Tamanho do texto Aa Aa

Os Estados Unidos não vão reconhecer a anexação da Crimeia pela Rússia. Palavras do secretário de estado norte-americano, Mike Pompeo, na quarta-feira antes de uma audiência com um comité no Senado.

''Os Estados Unidos não reconhecem e não vão reocnhecer a pretensa anexação da Crimeia"

Mike Pompeo Secretário de Estado, EUA

Na declaração escrita, Pompeo reafirmou ainda o compromisso para com a integridade territorial da Ucrânia.

A declaração foi anunciada nas redes sociais.

''Os Estados Unidos não reconhecem e não vão reocnhecer a pretensa anexação da Crimeia. Nós mantemo-nos unidos aos nossos aliados e parceiros no compromisso para com a Ucrânia e a sua integridade territorial, e hoje formalizamos a nossa política de não reconhecimento na Declaração da Crimeia", disse Pompeo na rede social Twitter.

O secretário de estado respondia asim ao coro crescente de críticas que se seguiram ao encontro em Helsínquia entre Donald Trump e o presidente russo, Vladimir Putin.

"A posição do presidente Trump a propósito da Crimeia é conhecida e ele defende-a. Ele refere-se à anexação ilegal da Crimeia à Federação russa. Nós temos um ponto de vista diferente", afirmando Putin aquando da cimeira na Finlândia.

O Kremlin reagiu e rejeitou os comentários do secretário de estado norte-americano dizendo que declarações de tipo grandioso geralmente não são mantidas. A porta-voz do Kremlin citou os exemplos do Acordo sobre o Clima e o Acordo nuclear com o Irão dos quais os Estados Unidos se retiraram após a subida ao poder do presidente Trump.