Onda de calor faz um morto em Espanha

Turista passeia protegida por uma sombrinha em Évora
Turista passeia protegida por uma sombrinha em Évora Direitos de autor LUSA/TIAGO PETINGA
De  Ricardo Borges de Carvalho
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Operário, de 48 anos, trabalhava numa autoestrada em Múrcia quando sofreu um golpe de calor e desmaiou. Morreu já no hospital. Temperaturas nos próximos dias em Portugal e Espanha vão passar dos 45º celsius nalgumas regiões.

PUBLICIDADE

A onda de calor que está a atravessar a península ibérica já fez um morto.

Um operário, de 48 anos, sofreu um golpe de calor e desmaiou quando trabalhava na construção de uma autoestrada em Múrcia, no sudeste de Espanha.

Foi levado para um hospital, mas chegou em estado já considerado crítico e acabou por morrer.

Pelo menos até domingo, os termómetros em grande parte de Espanha vão passar dos 40 graus celsius tal como em Portugal.

A onda de calor vinda do norte de África vai afetar todo o país, mas de forma particular o interior centro e sul de Portugal.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera prevê que este sábado os termómetros cheguem aos 47 graus celsius, em Beja, e 46 graus, em Évora.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Vaga de calor mergulha Península Ibérica em temperaturas extremas

Polícia revê para nove número de mortos no incêndio em Valência

Operação Influencer. Alegações do MP consideradas “vagas” mas há risco de decisões contraditórias