Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Torre Eiffel encerrada devido à greve

Torre Eiffel encerrada devido à greve
Tamanho do texto Aa Aa

Uma vista linda... mas inacessível! A Torre Eiffel permaneceu fechada nesta quinta-feira devido à greve. Os funcionários da receção deixaram de trabalhar há dois dias em protesto contra a forma de acolhimento dos turistas.

Isto deve-se ao sistema de visitas com hora pré-marcada. As filas prolongam-se e os funcionários ficam esgotados de acordo com os sindicatos.

Os turistas já se viam a subir a "Dama de Ferro", mas, esta manhã, estavam um pouco amargurados.

"Quero subir, claro, é a Torre Eiffel, quando se vem a Paris, queremos ver a Torre Eiffel... Estou aborrecida, não vou mentir, para ser honesta isto vai estragar a nossa viagem", disse uma turista britânica.

"Estou muito desiludida porque viemos de Montreal, no Canadá. Chegamos na terça-feira de manhã e acordámos às 6h da manhã para ver a Torre Eiffel. Estávamos entre os primeiros a chegar aqui, mas está fechado", disse outra turista canadiana.

As negociações continuaram durante o dia entre os sindicatos e a empresa que gere a Torre Eiffel, para tentar encontrar uma solução para esta crise.

Não é a primeira vez que o monumento encerra devido à greve. Aconteceu duas vezes no ano passado.