Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

PT oficializa candidatura de Lula às presidenciais

PT oficializa candidatura de Lula às presidenciais
Tamanho do texto Aa Aa

Lula da Silva é o candidato do Partido dos Trabalhadores às presidenciais brasileiras de outubro deste ano. Cerca de 600 delegados participaram no evento em São Paulo este sábado, onde Lula foi eleito por aclamação.

A condenação de Lula em segunda instância no quadro da chamado Caso do Tríplex de Guarujá, relacionado com a Operação Lava Jato, implica que o antigo presidente seja considerado inelegível à luz da Lei da Ficha Limpa.

Mas o Partido dos Trabalhadores diz que tem a intenção de registar o candidato. Espera-se que o Tribunal Superior Eleitoral analise depois a candidatura, sendo provável que rejeite a participação do antigo presidente no escrutínio.

No entanto, caso a candidatura seja aceite, de acordo com varias sondangens, Lula poderia voltar a ocupar o cargo de presidente.

Sem Lula na corrida, o primeiro nas intenções de voto é o deputado Federal Jair Bolsonaro, militar na reserva, agora do Partido Social Liberal, conhecido pelas declarações polémicas sobre os negros, os homossexuais e pelas posições consideradas nacionalistas ou de apoio à ditadura militar.

Lula da Silva foi eleito presidente do Brasil em 2003 e 2010, depois de se ter apresentado às presidenciais de 1989, 1994 e 1998. Cumpre uma pena de 12 anos e um mês de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro.