EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Investigação a mestrado de Pablo Casado chega ao Supremo Tribunal espanhol

Investigação a mestrado de Pablo Casado chega ao Supremo Tribunal espanhol
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Líder do Partido Popular nega que tenha sido beneficiado

PUBLICIDADE

O único tribunal com autoridade para investigar um deputado tem agora em mãos o polémico "caso Mestrado" que envolve o líder do Partido Popular espanhol, Pablo Casado.

A juíza Carmen Rodríguez-Medel, que acredita que Casado teve um "presente académico" por causa da relevância política, passou o testemunho ao Supremo Tribunal.

Casado recebeu um título de mestre da universidade Rei Juan Carlos mas sem frequentar as aulas e graças às equivalências obtidas a 18 das 22 cadeiras. Diz que fez quatro trabalhos para obter os restantes créditos mas deles nem sinal.

Recusa demitir-se, mas à ex-presidente da Comunidade de Madrid, Cristina Cifuentes, não restou outra opção senão abandonar o cargo que ocupava e renunciar ao mesmo mestrado de Casado, em Direito Autonómico e obtido na universidade Rei Juan Carlos, após acusações de falsificação.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Espanha: Sánchez quer que a comunidade internacional "exerça mais pressão" sobre Israel

Europa de extremos: onda de calor na Turquia, incêndios em Chipre e inundações em Espanha

O Supremo Tribunal mantém o mandado de captura de Puigdemont após a publicação da lei da amnistia