A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Bolsonaro centra atenções no primeiro debate das presidenciais no Brasil

Bolsonaro centra atenções no primeiro debate das presidenciais no Brasil
Direitos de autor
Reuters
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro debate entre os candidatos à presidência do Brasil decorreu esta quinta feira e teve um grande ausente: Lula da Silva, detido por crimes de corrupção.

O debate esteve longe de mobilizar a opinião pública. Durante a primeira parte, a TV Bandeirantes foi a terceira estação mais vista no Brasil, com 6,9% de share - longe dos 25,1% da Globo.

Lula foi ao mesmo tempo assunto tabu que todos os candidatos quiseram evitar. As atenções acabaram por centrar-se em Jair Bolsonaro. O candidato da extrema direita ocupa o segundo lugar nas intenções de voto dos brasileiros, depois de Lula.

O discurso não supreendeu, centrado em propostas protecionistas e securitárias.

Debate-sombra nas redes sociais

O PT viu indeferido o pedido de autorização para que Lula participasse no debate, mesmo que fosse por videoconferência.

À mesma hora, decidiou emitir um debate-sombra nas redes sociais.

O vice-Presidente e potencial candidato trabalhista, Fernando Haddad deu voz às palavras escritas por Lula da Silva.

Com o atual presidente Michel Temer fora da corrida, as eleições deste ano são imprevisíveis.