23 mil evacuados nas Filipinas por causa de inundações

Inundações em Marikina, nas Filipinas
Inundações em Marikina, nas Filipinas Direitos de autor REUTERS/ERIK DE CASTRO
De  Ricardo Borges de Carvalho com CCTV
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Monções fizeram subir bastante o nível da água do rio Marikina e as autoridades tiveram de retirar de casa compulsivamente cerca de 23 mil pessoas. Previsão de chuva mantém-se para os próximos dias.

PUBLICIDADE

A época das Monções chegou em força às Filipinas.

Há vários dias que a chuva não pára de cair e desde o fim de semana que o rio Marikina saiu do leito e inundou as zonas mais baixas da cidade com o mesmo nome.

A conhecida como capital do sapato das Filipinas não tem botas com altura suficiente para o nível das águas do rio. No sábado o caudal atingiu os 20 metros e obrigou as autoridades a retirar compulsivamente de casa cerca de 23 mil pessoas.

Vivem agora em abrigos temporários, à espera que o rio baixe dos 15 metros.

Marikina foi construída no vale da montanha Antipolo e sempre que chove, a água desce da montanha e com bastante frequência inunda a cidade.

As autoridades garantem que estão a construir muros nas margens do rio e a melhorar as redes de escoamento da água para diminuir o impacto das monções nas vidas das pessoas.

As próximas semanas não se avizinham fáceis para os habitantes desta cidade filipina.

A meteorologia prevê que a chuva continue durante mais alguns dias e a época dos tufões ainda está para chegar.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

"Vamos precisar de mais ajuda do que pensávamos nas Filipinas"

Macau em alerta máxima por causa do Tufão 'Manghkut'

O mundo celebrou a Páscoa