Última hora

Última hora

Coreias preparam reunião temporária de famílias separadas pela guerra

Coreias preparam reunião temporária de famílias separadas pela guerra
Tamanho do texto Aa Aa

Chegou para alguns coreanos o momento de único de um encontro de uma vida. Começou o processo de reunião temporária de famílias separadas pela guerra coreana na década de 50. A Cruz Vermelha gere os procedimentos administrativos e de orientação antes dos sul-coreanos seguirem viagem para a Montanha Diamante na Coreia do norte.

Pela frente vão ter seis reuniões com os familiares num total de 11 horas combinadas durante três dias.

"Vou encontrar-me com os meus sobrinhos que são os filhos do meu irmão mais velho. O meu irmão morreu e ouvi dizer que os meus sobrinhos estão vivos e eu nunca vi as caras deles. O que posso eu dizer para além de que estou radiante", refere Lee Kwan-joo, de 93 anos.

"Estou contente, não vou poder ver o meu filho mas vou encontrar-me com a minha neta", explica Kwon Seok, com 94 anos.

Cerca de 20 mil pessoas pessoas já participaram neste género de reuniões familiares em 20 ocasiões desde o ano 2000. Nunca ninguém teve a chance de repetir o encontro. O adeus será definitivo...