Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Grupo paramilitar causa alarme na Eslovénia

Grupo paramilitar causa alarme na Eslovénia
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O presidente, Borut Pahor, e o primeiro-ministro da Eslovénia, Miro Cerar, expressaram a sua preocupação pela existência de um grupo de extrema-direita armado, que promete zelar pela "ordem" no país.

As imagens de dezenas de homens armados a treinarem propagaram-se nas redes sociais, causando alarme.

O grupo é liderado pelo ex-candidato presidencial Andrej Sisko. O político conservador disse que o grupo garantirá "a ordem", caso seja necessário, e impedirá a entrada de imigrantes em situação irregular. Andrej Sisko considera que não está a fazer nada ilegal, embora tenha reconhecido que as armas utilizadas não estão registadas.

A polícia eslovena está a investigar o grupo que se intitula como o primeiro batalhão da "Guarda de Estíria", nome de uma região no norte do país.