Última hora

Última hora

Ministério Público acusa Fernando Haddad de corrupção e formação de quadrilha

Em leitura:

Ministério Público acusa Fernando Haddad de corrupção e formação de quadrilha

Ministério Público acusa Fernando Haddad de corrupção e formação de quadrilha
@ Copyright :
REUTERS/Rodolfo Buhrer
Tamanho do texto Aa Aa

O Ministério Público de São Paulo acusou Fernando Haddad dos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.

A acusação ao provável candidato a presidente da República pelo Partido dos Trabalhadores, de Lula da Silva, é um novo desdobramento da investigação que envolve a UTC Engenharia.

Ricardo Pessoa pagou, alegadamente, uma dívida de 2,6 milhões de reais da campanha de Fernando Haddad, em 2012, à Prefeitura de São Paulo, com recursos de uma caixa dois.

A defesa de Haddad ainda não se pronunciou sobre o caso.

A acusação do Ministério Público surge horas depois do antigo presidente, Luiz Inácio Lula da Silva, ter decidido manter-se como candidato do Partido dos Trabalhadores no escrutínio presidencial de outubro.

O PT avança com dois recursos de efeito suspensivo junto do Supremo Tribunal Federal, para tentar travar a decisão do Tribunal Superior Eleitoral, que no sábado recusou a candidatura de Lula tendo por base a Lei da Ficha Limpa.

Fernando Haddad, o "vice" de Lula, informou que o caso será apresentado junto do Comité dos Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas.