A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Japão mobilizado contra sismo mortal

Japão mobilizado contra sismo mortal
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Um forte terremoto 6.7 graus na escala de Richter abalou o Japão, quinta-feira.

O sismo atingiu a ilha japonesa de Hokkaido, provocou deslizamentos de terra e há nove mortos confirmados

Muitas casas ficaram soterradas em Atsuma e Abira e mais de trinta pessoas estão dadas como desaparecidas, informaram as autoridades locais.

Pelo menos 125 pessoas ficaram feridas, de acordo com a emissora pública nipónica NHK,

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, informou que tinha sido criada uma equipa para gerir a crise

"Salvar a vida das pessoas é a nossa maior prioridade, enquanto o governo japonês, como um todo, trabalha na ajuda às vítimas do desastre. Nós vamos lidar seriamente com esta crise," declarou o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe.

Shinzo Abe adiantou que 25 mil elementos das Forças de Autodefesa (exército japonês) serão deslocados para ajudar nas operações de resgate.

O terremoto deixou todo o norte da ilha da Hokkaido sem energia elétrica, o que afetou 2,95 milhões de residências.