Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Empresa polaca dá trabalho a pessoas paralisadas

Empresa polaca dá trabalho a pessoas paralisadas
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Nesta edição de Business Planet, vamos descobrir a primeira empresa de marketing do mundo que dá trabalho a pessoas paralisadas. A empresa chamada "Estou deitado e a trabalhar" tem sede em Katowice, na Polónia.

Na Europa, 10% das empresas são empresas sociais. O setor emprega onze milhões de pessoas e é particularmente inovador.

"Somos a primeira agência de marketing do mundo que tem como objetivo dar trabalho a pessoas paralisadas. Ensinamos-lhes o marketing e damos-lhes os conhecimentos para que possam responder de forma profissional às expetativas dos clientes", contou Majka, a presidente da empresa polaca.

Artur Szaflik, um dos oito empregados e cofundador da agência, está paralisado há vinte anos. Antes de ter encontrado Majka nunca tinha trabalhado. Hoje, é um especialista de referência na área do Marketing. Além de gerir os projetos dos clientes, participa no recrutamento e na formação do pessoal. Uma experiência profissional que lhe mudou a vida.

"Este trabalho deu-me a possibilidade de ter contactos com o exterior e de ter um rendimento suplementar. Permitiu-me mostrar o que é a deficiência, mostrar que podemos combatê-la e que somos capazes de trabalhar. Quando queremos, podemos fazer tudo", sublinhou Artur Szaflik.

O Concurso Europeu da Inovação Social

"Estou deitado e a trabalhar" aposta na criatividade, no rigor e na motivação para obter bons resultados. Os clientes da agência de marketing mostram-se satisfeitos.

"As reações são sempre positivas. Nunca tive reações negativas. Os clientes às vezes ficam surpreendidos, mas ficam sobretudos orgulhosos e sentem-se inspirados por trabalharem connosco", contou o Artur Szaflik.

"Os clientes estão felizes e os nossos empregados também. Somos um verdadeiro concorrente para as outras agências de marketing. Trabalhamos com um produtor de vidro, um centro cultural e um distribuidor de medicamentos. São grandes empresas", explicou a presidente da empresa.

A iniciativa de Majka foi semifinalista do Concurso Europeu de Inovação Social. Todos os anos, a Comissão Europeia atribui um prémio aos projetos europeus com maior impacto social. Os vencedores da edição 2018 serão anunciados em novembro.

Hoje, Majka quer ir mais longe e tem várias ideias para desenvolver a empresa.

"Estamos a desenvolver uma plataforma digital para ligar os empregadores aos empregados, uma plataforma de contactos profissionais. Começamos aqui na Polónia mas nada nos impede de desenvolvê-la noutros países", disse a responsável.

O que é a Inovação Social?

• Soluções que permitem alcançar um objetivo social de uma forma nova e mais eficaz

• Há vários exemplos de empresas sociais e inovadores sociais que ajudam a reduzir a desigualdade e a promover a inclusão social através de produtos, serviços e modelos de negócio

• O Concurso Europeu de Inovação Social organizado pela Comissão Europeia procura e distingue novas soluções para os problemas da sociedade

• Todos os anos, os organizadores definem um tema para o concurso e os três melhores projetos ganham um prémio de 50 mil euros.

• A edição 2018 recompensa soluções que transformam desafios locais em oportunidades para a inclusão dos jovens na economia. Os três vencedores serão anunciados a 8 de novembro em Bruxelas.

Ligações úteis

Economia Social

Inovação Social

Concurso da Inovação Social