Ativista do grupo Pussy Riot internado por suspeita de envenenamento

Ativista do grupo Pussy Riot internado por suspeita de envenenamento
De  Joao Duarte Ferreira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Pyotr Verzilov encontra-se nos cuidados intensivos do departamento de toxicologia de um hospital

PUBLICIDADE

Um ativista do grupo de protesto russo Pussy Riot foi hospitalizado encontrando-se em descrito como estado grave.

As informações são avançadas pela imprensa russa que refere um possível caso de envenenamento. O estado de saúde do ativista não foi oficialmente confirmado.

De acordo com mensagens publicadas nas redes sociais por outros elementos do grupo, o ativista teria sido internado nos cuidados intensivos do departamento de toxicologia de uma unidade hospitalar.

O ativista Pyotr Verzilov é marido da ativista Nadezhda Tolokonnikova, igualmente membro do grupo de protesto.

De recordar que Pyotr Verzilov esteve envolvido numa invasão de campo durante a final do Mundial de futebol que reuniu as equipas da França e da Croácia e que teve lugar na Rússia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Membro das Pussy Riot perde fala, visão e andar

Pussy Riot condenados a 15 dias de prisão

Pussy Riot invadiram a final para protestar contra Putin