Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Ativista do grupo Pussy Riot internado por suspeita de envenenamento

Ativista do grupo Pussy Riot internado por suspeita de envenenamento
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Um ativista do grupo de protesto russo Pussy Riot foi hospitalizado encontrando-se em descrito como estado grave.

As informações são avançadas pela imprensa russa que refere um possível caso de envenenamento. O estado de saúde do ativista não foi oficialmente confirmado.

De acordo com mensagens publicadas nas redes sociais por outros elementos do grupo, o ativista teria sido internado nos cuidados intensivos do departamento de toxicologia de uma unidade hospitalar.

O ativista Pyotr Verzilov é marido da ativista Nadezhda Tolokonnikova, igualmente membro do grupo de protesto.

De recordar que Pyotr Verzilov esteve envolvido numa invasão de campo durante a final do Mundial de futebol que reuniu as equipas da França e da Croácia e que teve lugar na Rússia.