Última hora

Última hora

Escândalo das próteses mamárias PIP volta a tribunal

Em leitura:

Escândalo das próteses mamárias PIP volta a tribunal

Escândalo das próteses mamárias PIP volta a tribunal
Tamanho do texto Aa Aa

Escândalo das próteses mamárias PIP, o Tribunal de Cassação decidiu a favor de um novo julgamento em França

O organismo de certificação alemão TÜV, que certificou as próteses defeituosas da francesa PIP, tinha sido ilibado de negligência pelo tribunal de Aix-en-Provence.

"Esta decisão abriu caminho para a indemnização e será muito difícil para o TÜV (Rheinland) conseguir escapar da obrigação de indemnizar todas as vítimas," declarou o advogado que representa as mulheres com os implantes defeituosos, Olivier Aumaitre.

A decisão do tribunal é um dos vários casos jurídicos decorrentes do escândalo que começou com uma condenação por fraude do fabricante dos implantes. A empresa francesa Poly Implant Prothese (PIP). fabricou os implantes com silicone industrial em vez de silicone medicinal.

1.700 mulheres são diretamente afetadas por esta decisão do Tribunal de Cassação. O novo julgamento pode ter reflexo junto de milhares de mulheres que reclamam indemnizações do alemão TUV Rheinland, alegando que os implantes nunca deviam ter tido a autorização de uso.