Última hora

Última hora

Ministro da Defesa português, Azeredo Lopes, demite-se

Em leitura:

Ministro da Defesa português, Azeredo Lopes, demite-se

Ministro da Defesa português, Azeredo Lopes, demite-se
Tamanho do texto Aa Aa

O ministro português da Defesa Nacional, Azeredo Lopes, apresentou esta sexta-feira a demissão do governo.

O chefe do executivo, António Costa, já aceitou o pedido de demissão.

Na origem da demissão está o caso do roubo de armas da base de Tancos.

Na carta enviada ao primeiro-ministro, Azeredo Lopes, justifica a demissão com as acusações de que afirma estar a ser alvo. O ex-ministro adianta que a sua demissão serve para evitar que as Forças Armadas sejam, nas suas palavras, "desgastadas pelo ataque político".

Azeredo Lopes insistiu ainda em como não teve teve conhecimento direto ou indireto da operação.

O roubo do material militar da base de Tancos remonta a junho de 2017.

A Polícia Militar acabaria por recuperar as armas em outubro passado sem efetuar quaisquer detenções.

A Procuradoria, responsável pelas investigações, inicialmente afirmou suspeitar de traficantes de armas internacionais.

No entanto, em setembro, os investigadores ordenaram a detenção do chefe da polícia militar e vários oficiais do exército.