A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Exército alemão vítima de roubo

Exército alemão vítima de roubo
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O roubo de armas do exército fez correr rios de tinta o ano passado em Portugal mas desengane-se quem pense que o fenómeno se pode atribuir ao típico "nacional-porreirismo" lusitano. Afinal de contas, a rigorosa e insuspeita Alemanha tem exatamente o mesmo problema.

Uma reportagem do Der Spiegel revelou que desde 2010 desapareceram do exército alemão 75 armas, entre espingardas de assalto e metralhadoras, e 57 mil munições, citando para isso um documento confidencial do Ministério da Defesa Alemão. O paradeiro do material roubado é desconhecido e as autoridades germânicas não conseguem garantir que não tenha sido usado para cometer crimes.

Apesar de terem conhecimento dos roubos, as forças armadas alemãs preferiram abafar o assunto para não verem a imagem pública prejudicada e garantem que não existe nenhum problema na defesa das instituições militares.