Última hora

Última hora

Donald Trump acusa Rússia de violar acordo nuclear

Em leitura:

Donald Trump acusa Rússia de violar acordo nuclear

Donald Trump acusa Rússia de violar acordo nuclear
Tamanho do texto Aa Aa

Donald Trump anunciou a retirada dos Estados Unidos do acordo nuclear. O presidente norte-americano aponta o dedo à Rússia e acusa Moscovo de estar a fabricar um míssil com um alcance superior ao estabelecido pelo Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermédio.

"A Rússia violou o acordo. Está a violá-lo há muitos anos. Não sei por que é que o presidente Obama não negociou ou saiu do tratado... Não vamos deixá-los violar o acordo nuclear e andar a fabricar armas quando nós não podemos", anunciou Donald Trump.

Passaram três décadas desde 1987, quando Ronald Reagan e Mikhail Gorbachev assinaram o documento histórico que punha um ponto final na corrida ao armamento nuclear.

Num mundo em que a guerra se jogava a dois, Estados Unidos e Rússia comprometiam-se assim a destruir todos os mísseis de médio alcance e a não fabricar novas versões dessas armas.

31 anos depois, o antigo líder soviético reage às notícias, alertando para o perigo do fim do acordo entre os dois países.

"Um erro", diz Gorbachev. De acordo com o ex-presidente, a posição de Trump é um recuo que põe em causa parâmetros acordados que nenhum outro documento, para além do Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermédio volta a referir.

A Rússia nega ter violado o acordo e Putin exigiu explicações a John Bolton, conselheiro de Trump para a segurança nacional, que já se encontra em Moscovo.