Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Milhares na rua por Bolsonaro

Milhares na rua por Bolsonaro
Tamanho do texto Aa Aa

Se, num dia, Haddad leva milhares às ruas, no outro, Bolsonaro não fica atrás.

A capacidade de resposta da campanha do candidato do Partido Social Liberal fez-se sentir em 15 estados brasileiros.

Os eleitores dizem votar num partido que é o Brasil. Nas urnas, serão votos em Jair Bolsonaro.

Para muitos, é sobretudo um protesto contra o Partido dos Trabalhadores.

Em São Paulo, o movimento "Vem Pra Rua" convocou os eleitores a sair de casa. E também a Avenida Paulista se encheu de protestos contra Lula, o PT e a corrupção no país.

Um mês e meio depois de ter sido esfaqueado, Bolsonaro alega a convalescença para continuar a não participar em debates.

Decisão que não está a ter consequências junto dos eleitores. De acordo com as mais recentes sondagens, se as eleições decorressem agora, Bolsonaro ganharia com 59% dos votos. 18 pontos percentuais acima de Haddad.