Última hora
This content is not available in your region

Encontrado veleiro com 2.400 anos no fundo do mar

Access to the comments Comentários
De  Ricardo Borges de Carvalho com REUTERS
euronews_icons_loading
Encontrado veleiro com 2.400 anos no fundo do mar
Tamanho do texto Aa Aa

Poderá ser o naufrágio mais antigo da história.

Um grupo de arqueólogos marítimos, cientistas e hidrógrafos encontrou no fundo do mar Negro, um veleiro mercante grego cujo design só tinha visto em porcelanas antigas. A embarcação foi descoberta perto da costa da Bulgária, a uma profundidade de dois quilómetros.

O arqueólogo Dragomir Garbov, não esconde o entusiasmo pela descoberta.

"Descobrimos provas fantásticas de navegação no Mar Negro, desde provavelmente o século quinto antes de Cristo até ao século 19. Temos mais de 40 veleiros preservados de uma forma fantástica."

As pericias iniciais indicam que o veleiro tem mais de dois mil e quatrocentos anos. Algo que deixa orgulhoso o responsável do projeto Black Sea Maritime Archaeology, Edward Parker.

"Há navios lá em baixo que nunca foram vistos ao vivo, só em pinturas, murais ou livros. E esta foi a primeira vez que foram vistos desde que flutuavam".

Há três anos que os cientistas vasculham a área com tecnologia que antigamente só era utilizada na prospecção de petróleo. Desde então, já descobriram mais de 60 embarcações naufragadas.