EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Irlanda vota em presidenciais e referendo sobre "delito de blasfémia"

Irlanda vota em presidenciais e referendo sobre "delito de blasfémia"
Direitos de autor 
De  Ricardo Figueira
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Dizer mal de Deus ou da Bíblia pode deixar de ser contrário à constituição irlandesa.

PUBLICIDADE

A Irlanda vai a votos, esta sexta-feira, para eleger o novo presidente: Em liça estão seis candidatos, incluindo o atual chefe de Estado Michael D. Higgins, que procura a reeleição. Mas há também um referendo a votos, no mesmo dia. Os irlandeses vão decidir se é ou não revogado um dos artigos mais controversos da constituição, fruto da pesada herança religiosa do país: o delito de blasfémia. No país, dizer mal de Jesus, de Deus, da Bíblia ou da Virgem é contra a lei fundamental, mesmo se a lei é considerada obsoleta e não foi aplicada na história recente. O caso que trouxe o assunto de novo à baila aconteceu quando o humorista e realizador Stephen Fry disse, numa entrevista, que "Deus é estúpido". Acabou por não haver qualquer processo contra ele.

A famosa entrevista de Stephen Fry à TV irlandesa

Em maio, os irlandeses votaram, em referendo, a favor da legalização do aborto, três anos depois da legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo. Para breve, mas ainda sem data marcada, está um novo referendo, sobre o artigo da constituição que diz que o lugar da mulher é no lar. Um artigo também ultrapassado, tendo em conta que o país teve já duas mulheres presidentes.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Irlanda vai levar a referendo os conceitos de "família" e de "dona de casa"

Paris impõe estado de emergência na Nova Caledónia. Habitantes temem pela escassez de alimentos

Vestidos de vermelho e branco, milhares de brasileiros celebram o Dia de São Jorge