Última hora

Última hora

Angela Merkel quer missão da ONU na Ucrânia

Em leitura:

Angela Merkel quer missão da ONU na Ucrânia

Angela Merkel quer missão da ONU na Ucrânia
Tamanho do texto Aa Aa

A chanceler alemã, Angela Merkel reuniu-se com o Presidente Ucraniano, Petro Poroshenko, esta quinta-feira, em Kiev.

A visita de um dia foi a primeira desde a assinatura do acordo de Minsk, no início de 2015, que até agora não conseguiu atingir seu objetivo de levar a paz ao leste da Ucrânia.

"O que não mudou, infelizmente, é a agressão russa no Donbass e a ocupação da Crimeia. Mas as mudanças positivas na Ucrânia são um incentivo para o agressor (Rússia) agir. O Kremlin ainda sonha em mudar a escolha civilizada da Ucrânia. E é importante para o nosso lado que haja um trabalho coordenado da União Europeia para apoiar a Ucrânia," afirmnou o Presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko.

Sobre a mesa estiveram temas críticos como a expansão do gasoduto russo Nord Stream 2, a separatista e autodenominada República do Donbass e a Crimeia anexada por Moscovo, informou a presidência ucraniana em comunicado.

"Estamos a trabalhar juntos para conseguir uma missão da ONU que poderia ser usada para pacificação. Temos uma visão muito crítica das eleições que serão realizadas em Donetsk e Lugansk. Elas não correspondem ao conteúdo do Acordo de Minsk," afirmou a chanceler alemã, Angela Merkel.

Merkel adiantou que a Alemanha vai pressionar por uma prorrogação das sanções ocidentais contra a Rússia, por Moscovo não ter implementado totalmente o acordo de paz da Ucrânia.

A Rússia é acusada de alimentar um conflito rebelde no leste da Ucrânia que já custou a vida de cerca de 10.000 pessoas.