Última hora

Última hora

Irão vai enfrentar "as mais pesadas sanções de sempre"

Em leitura:

Irão vai enfrentar "as mais pesadas sanções de sempre"

Irão vai enfrentar "as mais pesadas sanções de sempre"
Tamanho do texto Aa Aa

É já a partir de segunda-feira que os Estados Unidos voltam a impor uma série de sanções sobre o Irão. Seis meses depois de ter abandonado o acordo que visava travar o programa nuclear iraniano, a Casa Branca volta a pressionar Teerão com embargos dirigidos ao setor petrolífero e bancário. Estas sanções são anunciadas como as "mais pesadas de sempre".

O diretor da plataforma Iran Projet, Ali Vaez, salienta que "os iranianos não podem negar que a sua moeda já perdeu dois terços do valor e que as exportações de petróleo vão provavelmente cair entre 40% a 50%. Ou seja, o impacto sobre a economia iraniana vai ser devastador".

Trump anunciou as sanções com um tweet a imitar a série televisiva "A Guerra dos Tronos".

Há oito países - entre os quais a Índia, a Coreia do Sul, o Japão e a China - que terão uma prorrogação de meio ano para continuar a importar produtos iranianos.

O Reino Unido, a França e a Alemanha estão a tentar obter garantias por parte de Trump de que as ajudas humanitárias ao Irão não serão afetadas, como já aconteceu no passado.