Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Trump nega direito de asilo a imigrantes irregulares

Trump nega direito de asilo a imigrantes irregulares
Tamanho do texto Aa Aa

Impotente perante o avanço da caravana de migrantes pelo México rumo à fronteira com os EUA, Donald Trump cumpriu o que tinha prometido.

O Presidente dos EUA assinou, esta sexta-feira, um documento para impedir que as pessoas que entrem no país de forma irregular através do vizinho México possam obter o direito de asilo.

Diz a declaração de Trump, com caráter provisório, por 90 dias, que a medida se aplica a todos os que conseguirem chegar a solo americano através de qualquer outro lugar da fronteira com o México que não seja uma porta de entrada oficial.

A medida deverá ser contestada em tribunal nos próximos dias. Os migrantes que pisarem solo americano nestas circunstâncias não só têm comprometido o direito de asilo como se arriscam a ser deportados, ao abrigo da declaração sem força de lei.