Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Trump e Macron reunidos em Paris

Trump e Macron reunidos em Paris
Tamanho do texto Aa Aa

Donald Trump chegou este sábado a Paris para assistir às comemorações do centenário do fim da Primeira Guerra Mundial.

Horas antes do encontro com Emmanuel Macron, Trump criticou as declarações do presidente francês sobre a criação de um exército de defesa europeu. Uma ideia que classificou de “muito insultuosa”.

Nas primeiras declarações aos jornalistas, os dois presidentes quiserem mostrar que existe diálogo e objetivos comuns sobre este tema.

Macron afirmou que as propostas que defende para uma defesa europeia são totalmente consistentes porque significam mais Europa dentro da Nato e mais capacidade para os europeus cumprirem a sua quota de responsabilidade.

Na resposta, Donald Trump disse ter apreciado as palavras do presidente francês sobre partilha de responsabilidade. Sublinhou que a sua posição nesta matéria é conhecida por todos e garantiu que os Estados Unidos querem uma Europa forte.

Mais de 70 líderes mundiais são esperados este fim de semana em França para a maior cerimónia diplomática do ano.

Antes de viajar para Paris, o primeiro ministro do Canadá colocou uma coroa de flores no cemitério canadiano Neuville-St. Vaast, no norte de França, onde foram enterradas vítimas da Grande Guerra.

Cerca de 60 mil soldados canadianos morreram durante a Primeira Guerra Mundial.