EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Líderes pró-Rússia vencem eleições separatistas na Ucrânia

Processo de votação rebelde na Ucrânia
Processo de votação rebelde na Ucrânia Direitos de autor Euronews
Direitos de autor Euronews
De  Euronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

De acordo com as comissões eleitorais e com 95% dos votos contados Denis Pushilin conseguiu 60,9% em Donetsk e Leonid Pasechnik 68,4%, em Lugansk.

PUBLICIDADE

Os líderes separatistas pró-Rússia venceram as eleições locais nas repúblicas autoproclamadas, no leste da Ucrânia. De acordo com as comissões eleitorais e com 95% dos votos contados Denis Pushilin conseguiu 60,9% em Donetsk e Leonid Pasechnik 68,4%, em Luhansk.

"Hoje passámos por um grande exame cívico e político. Mostrámos ao mundo que conseguimos não apenas fazer a guerra e triunfar no campo de batalha, mas também construir um estado assente nos princípios básicos da democracia", disse Denis Pushilin.

 A afluência às urnas ultrapassou os 80% em Donetsk e chegou aos 77% em Luhansk. A votação do último domingo vai reforçar a separação dos territórios do resto do país e foi considerada ilegítima por Kiev e pelos países ocidentais: "estas eleições não serão reconhecidas por ninguém. Não obedecem aos padrões da legislação ucraniana. São realizadas sob a mira de metralhadoras russas nos territórios ocupados", adiantou o Presidente da Ucrânia Petro Poroshenko.

Segundo Kiev, os líderes pró-russos são influenciados por Moscovo e as decisões serão submetidas à aprovação do Kremlin.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Familiares de soldados ucranianos em cativeiro protestam em Kiev

Pelo menos seis feridos em ataque aéreo russo a zona residencial de Kostiantynivka

Pelo menos seis feridos após ataque aéreo russo em zona residencial de Kharkiv