A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Greve contra fim dos cursos de Estudos de Género na Hungria

Greve contra fim dos cursos de Estudos de Género na Hungria
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Uma greve de informação foi a resposta da Faculdade de Ciências Sociais da Universidade ELTE à decisão do Governo húngaro de acabar com os cursos de Estudos de Género.

A direção da universidade húngara está contra a medida. Muitos professores e alunos aderiram à greve desta quarta-feira.

Houve aulas, mas todas tiveram por tema a independência da universidade e a liberdade da Educação.

Os Estudos de Género não são o primeiro curso a ser cancelado.

Esta Universidade de Budapeste já foi afetada por outras medidas governamentais.