Última hora

Barão da droga Héctor Beltrán Leyva morre de ataque cardíaco

Barão da droga Héctor Beltrán Leyva morre de ataque cardíaco
Tamanho do texto Aa Aa

O governo mexicano anunciou a morte do barão da droga Héctor Beltrán Leyva, vítima de um ataque cardíaco aos 56 anos.

Leyva tinha sido capturado em 2014 e encontrava-se encarcerado desde 2016 na prisão de segurança máxima de Altiplano, localizada no centro do país, a cerca de 80 quilómetros da capital mexicana.

Juntamente com os irmãos Alfredo, Arturo e Carlos, Héctor integrava o cartel de Sinaloa, dirigido pelo famoso Joaquín "El Chapo" Guzmán, até decidirem separar-se em 2008, para criar o cartel Los Beltrán Leyva. Liderado por Arturo até à sua morte num tiroteio com a marinha mexicana em 2009, o grupo passou depois a ser dirigido por Héctor.

Para além do tráfico de drogas, lavagem de dinheiro e contrabando de armas, o cartel é responsabilizado por inúmeros sequestros, assassinatos e casos e tortura.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.