Última hora

Última hora

Separatistas paquistaneses atacam consulado da China em jornada sangrenta

Separatistas paquistaneses atacam consulado da China em jornada sangrenta
Tamanho do texto Aa Aa

O sistema de videovigilância do consulado da China em Carachi, no Paquistão, captou o momento em que três atacantes começaram a disparar contra o edifício diplomático. Os três homens tentaram depois forçar a entrada com um carro armadilhado, mas foram abatidos.

Dois polícias e dois civis foram mortos durante o atentado reivindicado pelos separatistas do Exército de Libertação do Baluchistão, que acusa Pequim de explorar os recursos desta província. O ministro dos Negócios Estrangeiros chinês declarou-se "chocado" com o sucedido.

Quase em simultâneo, um homem conduziu uma mota repleta de explosivos contra um mercado na região de Orazkai, fazendo mais de 25 mortos.

Um balanço idêntico de vítimas teve um terceiro ataque no mesmo dia, junto à fronteira com o Afeganistão, em Khost. Desta feita, um bombista fez-se explodir numa mesquita situada numa base militar.