Suíços chumbam primazia do direito nacional em detrimento do direito internacional

Suíços chumbam primazia do direito nacional em detrimento do direito internacional
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Eleitores suíços chumbaram este domingo duas iniciativas populares: uma pretendia dar mais poder à justiça nacional, outra dar subsídios aos proprietários de vacas e cabras que decidem não eliminar os chifres desses animais.

PUBLICIDADE

Domingo de referendos na Suíça, as duas iniciativas populares foram chumbadas. 63% dos eleitores votou contra uma iniciativa popular intitulada "Sim ao Direito suíço, não aos juízes estrangeiros".

A proposta de um partido conservador de direita queria dar primazia à constituição federal suíça sobre o direito internacional. Os críticos defendiam que esta mudança colocaria em riscos os direitos humanos.

A outra iniciativa que também não passou do papel foi a atribuição de um subsídio público aos proprietários de vacas e cabras que decidem não eliminar os chifres desses animais.

54% dos eleitores não concordou com a ideia do agricultor e ativista Armin Capaul, que não se conforma com o facto de apenas 10% das vacas na Suíça terem cornos, mesmo sendo essa ser a imagem de marca do país.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Contas de amigo de Putin levam bancários à justiça na Suíça

Confrontos entre agricultores espanhóis e a polícia

Agricultores da Chéquia, Eslováquia, Polónia e Hungria bloqueiam fronteiras em protesto conjunto