Última hora
This content is not available in your region

InSight explora profundezas de Marte

euronews_icons_loading
InSight explora profundezas de Marte
Tamanho do texto Aa Aa

Marte sempre exerceu um fascínio especial mas os séculos de observações ainda não nos permitiram descobrir o que está no interior do planeta. É aqui que entra em cena a missão InSight, da NASA, que tenta pousar uma sonda em solo marciano esta segunda-feira.

A InSight distingue-se das outras sondas presentes em Marte um busca de água ou sinais de vida, uma vez que se destina a medir a atividade geológica do planeta vermelho:

Tilman Spohn, diretor do Instituto de Investigação Planetária do Centro Aeroespacial Alemão, refere que "a questão central aqui passa por explorar o interior de um planeta tipo-terra, que não seja a Terra, para o podermos comparar com o nosso."

Todo o conhecimento atual sobre o interior de Marte foi alcançado através de dedução, e não observação. Para Lu Pan, astrogeóloga da Universidade de Lyon, "podemos fazer algumas estimativas graças ao conhecimento que temos do interior do nosso planeta. Pensamos que Marte é um planeta rochoso formado sensivelmente da mesma forma que a Terra. Acreditamos que tem um núcleo, um manto e uma crosta. Sabemos que o núcleo externo da Terra é líquido e que é por isso que temos um campo magnético. Como não vemos um campo magnético em Marte, pensamos que não tem um núcleo externo líquido."

A viagem de sete meses está prestes a terminar e se tudo correr bem a sonda irá pousar numa zona arenosa, onde irão entrar em ação as ferramentas para conhecer as profundezas de Marte.

A grande dificuldade, como é habitual nas missões marcianas, passa por efetuar uma descida controlada e aterrar com sucesso. Uma operação que poderá acompanhar em direto, a "amartagem" está prevista para as 20H (hora de Lisboa).