EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Tensão entre Kiev e Moscovo separa famílias

Tensão entre Kiev e Moscovo separa famílias
Direitos de autor 
De  Luis Guita
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Após a decisão do Presidente ucraniano, Petro Poroshenko, de impedir a entrada de homens russos, as famílias enfrentam separações forçadas. Na fronteira, aguardam por irmãos e filhos que têm cidadania russa e foram impedidos de entrar na Ucrânia.

PUBLICIDADE

Após a decisão da Ucrânia de impedir a entrada de homens russos entre os 16 e 60 anos de idade, agora são as famílias que enfrentam separações forçadas.

Na fronteira, famílias aguardam por irmãos e filhos que têm cidadania russa e foram impedidos de entrar na Ucrânia.

A decisão do presidente ucraniano, Petro Poroshenko, foi tomada, segundo ele, para impedir os russos de criarem o que chamou de exércitos privados.

A decisão surgiu após três barcos da Ucrânia serem apreendidos e 24 militares detidos por Moscovo, no último fim de semana.

Uma professora de russo, na reforma, descobriu que o filho tinha sido capturado por forças russas quando um vizinho lhe contou sobre o incidente no Mar de Azov.

"O Andriy pediu para me encontrarem e dizerem-me que ele está bem, para eu não me preocupar," revelou a professora reformada que vive sozinha.

À medida que as tensões aumentam e a segurança se torna mais apertada entre os dois países, são as pessoas comuns que mais sofrem os efeitos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ucrânia alerta para reforços russos. NATO atenua linhas vermelhas sobre uso de armas ocidentais

Avanço das tropas russas: cidadãos fogem de Ocheretyne. Moscovo abate mísseis ATACMS

ISW: Ucrânia conseguiu reduzir significativamente as atividades da Rússia no Mar Negro